ELE SUBIA A 40 MIL PÉS EM 1 MINUTO - SAAB VIGGEN EP. 308

  • 🎬 Video
  • ℹ️ Description
ELE SUBIA A 40 MIL PÉS EM 1 MINUTO - SAAB VIGGEN EP. 308 5
UCLXl1V6n82Dyg1VhVgSL0nw

Vamos ver de perto um de meus aviões preferidos desde a adolescência - o Viggen.
✈ Seu vídeo na abertura: Suspenso por enquanto
✈ Escreva para o AeM: Caixa Postal 3008
CEP 07190-972 - Guarulhos/SP
✈ Instagram: avioesemusicas
✈ Twitter: @avioesemusicas


Vídeos novos toda Quinta e Domingo às 12h00. Ou um Extra a qualquer dia.

Disclaimer: “The views expressed in this video are my own. They have not been reviewed or approved by United. I do not speak for United.”

"Os pontos de vistas aqui apresentados são apenas meus e não foram revistos ou aprovados pela United. Eu não falo em nome da United."
Joselito Souza / Joselito Sousa

💬 Comments on the video
Author

Este museu fica em Västerås, na Suécia. O nome é Flygmuseum

Author — Aviões e Músicas

Author

Não compensa pousar em Rodovias aqui no Brasil. É um pedágio atrás do outro.

Author — Jose Luiz

Author

Joystick é para jogar Atari nós intervalos de uma missão.

Author — ADRIANO MACHIA

Author

O Joystick é para guia em de mísseis orientados por tv, comuns na época, guiagem por câmera, como o Maverick americano.

Author — Wesley Nogueira

Author

Quem reclamar da dublagem vai ganhar uma dedada no olho. Porra, o cara faz dublagem do próprio vídeo pra galera não ficar sem vídeo e neguinho reclama. Pqp hein

Author — Hugo Borges

Author

*Se aqui no Brasil pudesse pousar em rodovia, ele ia ter que voar com um estepe de reserva.*

Author — Lucas Coutinho

Author

Lito, vendo esse vídeo e você falando sobre o motor ser parecido com de um avião comercial, com a diferença de ter pós combustão. E em outro vídeo você comentou que um avião comercial jamais seria supersônico, por não ser feito para isso. Pensando sobre isso te pergunto, pegando um 787 e colocando mais 4 motores iguais aos que ele já possui, e claro supondo que essa alteração não destruísse toda a aerodinâmica dele, o que aconteceria? Ele ficaria mais rápido? Mais forte? Decolaria numa pista mais curta? Ou só gastaria 3 vezes mais combustível?
Bjuxxx pra você e para Mila.

Author — Tuy e Biel

Author

tomei um susto na hora que apertou o botão e "explodiu" 😂😂😂

Author — Carol Q.

Author

Lito, excelente vídeo! Parabéns!
O joystick é para o controle do radar e de míssil guiado. Ele controla as variações no plano horizontal (range) e de elevação da antena (tilt). E tb as várias modalidades da tela do radar, tanto para navegação ou plotagem de alvos. Muito avançado para a época.
Na definição de waypoints, o radar tb recebe dados do computador de navegação, através da plotagem na tela da longitude e latitude do waypoint ou target. O interessante é que nesse computador, insere-se primeiro a longitude, depois a latitude, pelo seletor de funções designado por LOLA (anacronismo de LOngitude e LAtitude).

Author — Francisco Ignácio da Silva

Author

Interessante, primeira vez que a dublagem combinou realmente com o personagem.

😂👏🏻

Author — Aline

Author

LITO, o joystick pode ser para movimentar uma câmera em missões de reconhecimento!!!

Author — Luiz Garcia

Author

10:34 "nunca apertem nada num avião tá?" click! BOOM!

Author — Raul Doro

Author

A Suécia tem o tamanho de Minas Gerais (de fato, é menor) e fica a 1400 km de Moscou (distância de Porto Alegre ao Rio), 2000 km de Londres (Porto Alegre a BH), 1000 km de Berlim (São Paulo a Brasília).
Suécia e outros países (como a Alemanha) tinham aviões preparados e estruturas móveis (incluindo hangares/coberturas desmontáveis) para operar a partir de estradas por semanas caso suas bases e aeroportos fossem destruidos ou interditados por ataques ou invasões de inimigos, durante guerras ou outros conflitos. Essas estruturas - incluindo veículos de apoio, etc - eram camufladas de forma a continuarem montadas por meses sem serem vistas por aeronaves inimigas.
Mesmo com aeroportos e pistas disponíveis, essas "bases rodoviárias" permitiam a operação de aeronaves para manutenção, reabastecimento e hangaragem temporária.
A última e menos provável finalidade era o pouso de emergência ou forçado - cono sugerem alguns comentários

Author — Paulo Cunha

Author

Baralho super trunfo de aviões de caça, eu era doido com esse vigen... O super trunfo era o blackbird... Muito legal!!

Author — Marcelo Loschi

Author

O estailizador vertical era, de facto, dobrável para entrar em Shelters mais baixos. Era actuado hidraulicamente! Suecos dos

Author — JoaoCosta85

Author

queria que falace sobre o bufalo da fab que se acidentou na base aerea do galeao em 1989 eu estava la

Author — Washington Luiz Ribeiro Dos Santos

Author

"After Burner" de imediato lembrei do saudoso game do Mega Drive

Author — José Meira

Author

Boa dublagem, Lito! Profissional. A voz é idêntica à sua

Author — Leandro Alvim

Author

Bases aéreas estão entre os primeiros alvos em caso de guerra; por isso os suecos dispersam seus aviões no interior do país.

Author — luiz vivas

Author

Quando eu tinha dois anos minha mãe me levou a marinha tinha um porta avião ancorado, aquela satisfação de poder presenciar e ver que nele estava essas aeronave, desse momento bom
Eu não me esqueci até hoje continuo com a mesma paixão aeronautica... Estou com 56 anos
Amo voar... Eu sei faz muito tempo minha
Mãe meu pai me ajudou a amar e gostar de aeronaves e mecânica aeronautica...

Author — Josielbrandãoferreira ferreira