Ventania, de Luís Perdiz, por Claros Bananeira

  • 🎬 Video
  • ℹ️ Description
preview_player
UCpTF1Lj9mPXKdNNo5m16zQA

Leitura de Claros Bananeira do poema Ventania de Luís Perdiz, presente no livro Saudade mestiça (editora Patuá, 2016).


VENTANIA

pelas florações do milagre
pelos órgãos do universo
pela paixão pré-histórica
pelas espécies das luzes

a árvore dança
irriga a carne dos deuses
e o sangue do sol

avigora o vulto da onça
umedece a força feminil dos frutos
em sua adolescência boreal

entre pétalas viajantes
carrega a cura da própria voz

💬 Comments
Author

Estou sentindo sua falta. Não me castiga desse jeito. Me perdoe. Ontem fui ao médico, ele me achou acelerada, mas eu vou chegar lá.

Author — Míriam Moreira de Oliveira